Perto dos 30 – Mansinho Veríssimo

Não vou tirar os pés do chão pra não vou sofrer
Não vou viver a ilusão de nunca ter
Só vou correr atrás daquilo que é vital
Equilibrando sonhos e mundo real

Perdi meu tempo agora vou recuperar
Jogar ao fogo tudo que me faz voltar
À objetivos que eu nem consegui traçar
E insistia em alcançá-los sem tentar

Mas eu vou guardar o que ficou de bom
Mas eu vou guardar o que ficou de bom

Amanhã cedo estarei longe daqui
Vou procurar outro caminho à seguir
E os passos me indicam a direção
Sentido oposto dos seus pés e coração

Mas eu vou guardar o que ficou de bom
Mas eu vou guardar o que ficou de bom

Anúncios

Prisioneiro de Si Mesmo – Mansinho Verissimo

Seguir tentando se encontrar
Andar buscando um olhar pra si
Correndo atrás sem perceber
Que o que quer está dentro de ti

Felicidade não estar
Tão longe que nem possa ver
Vai ter nas mãos quando sacar
Sua barreira é você

E o medo que tem de sonhar
Te afasta de um mundo melhor

Seguir prisioneiro de si mesmo
Viver sempre a se torturar
Se menosprezando em frente ao espelho
Isso nunca vai te ajudar

Livre-se das suas próprias garras
Quebre as algemas que criou
Novos ares, lugares, amigos
Abra as portas que você trancou 

Felicidade não estar
Tão longe que nem possa ver
Vai ter nas mãos quando sacar
Sua barreira é você

E o medo que tem de sonhar
Te afasta de um mundo melhor

Reviravolta – Mansinho Verissimo

As horas passam
E eu vou ficando
Menos interessante
Os dias passam
Eu vou ficando
Menos interessado

Me faltam palavras
Faltam pessoas
Sobra o desespero
E eu não reclamo
Eu não me chamo
Eu não existo pra ninguém

Mas o sol vai nascer
O temporal vai passar
E eu vou dizer
Que eu vivo muito bem

À Espera – Mansinho Verissimo

Espero por teu beijo
Espero te encontrar
Matar esse desejo
Que tenho de te amar
Você me prometeu que não vai demorar

Te tenho em pensamentos
Tão lindos quanto o mar
Te quero do meu lado
Pra nunca mais largar
A nossa história vai eternizar

A distância não vai mudar
O que sinto por você
Só vai servir de combustível
Pra explosão do nosso amor acontecer

Espero por teu beijo
Espero te encontrar
Te quero do meu lado
Pra nunca mais largar
Você me prometeu que não vai demorar

A distância não vai mudar
O que sinto por você
Só vai servir de combustível
Pra explosão do nosso amor acontecer

Final Ideal – Mansinho Verissimo

Uma missão condenada ao fracasso
Chegar ao sol, secar o mar, adoçar o sal
Não me culpo por não ter como voltar
Não poderia evitar esse final

Também não ponho culpa alguma em você
Não se escolhe a hora de deixar de amar
Só não aposta quem tem medo de perder
Se tem as fichas então deve arriscar

Encontrar outro alguém bem melhor
Não precisar fingir que está assim tão só

E não devemos prestar contas à ninguém
Só nós sabemos o que houve entre nós dois
Poderemos ficar juntos muito além
Mas não agora, deixe isso pra depois

Carregarei você aqui no coração
E quero que me leve sempre junto ao seu
Registro agora isso aqui numa canção
Pra me lembrar tudo de bom que aconteceu

Eu cresci, aprendi com você
No final ideal não existe o sofrer

Expulsaram os Poetas – Mansinho Verissimo

O sol não brilha tão mais belo assim
O tempo corre e esquecemos de aproveitar
Escravos do consumo, invertemos o mundo
Valorizamos o que nada vale
A força e a valentia vencem palavras e poesia

Perdemos o direito de sonhar
Agora é só em prosa e o enredo é tão vulgar
Sem versos e sem rima, o que a vida ensina?
Exposição do corpo
E a alma já vendida à uma mente corrompida

Expulsaram os poetas
Nem dar pra acreditar
Aqui nessa cidade
É crime recitar

Expulsaram os poetas
Infelizmente é verdade pura
E ousaram fazer isso
Na “Capitáu da Cú-tura”

O Começo do Fim – Mansinho Verissimo

Eu me vi
No espelho do seu olho então
Percebi
Que todo tempo foi em vão
Ao lado seu, e ao lado seu
Não quero viver mais

Descobri
Que tudo estava contra nós
Aprendi
Saber calar a minha voz
Pra conversar, e pra começar
Chegamos ao fim

Não vou chorar
Sem você minha vida vai melhorar
Não vou me arrepender
Eu só quero a maior distância de você

A Resposta Que Perdi – Mansinho Veríssimo

Pra que criar um mundo bom para o meu filho?
Melhor criar um filho bom pro nosso mundo
Pra que insistir em manter a ferida aberta?
Se podemos resolver tudo na base da conversa

Por que querer ser melhor que o mundo inteiro?
Você não compra tudo com o seu dinheiro
Por que querer acabar com a sua vida?
Se pra quem sabe olhar pra trás, nenhuma rua é sem saída

Quem fala isso pra você não é ninguém perfeito
Mas acredita que pra tudo dar-se um jeito

Onde posso procurar
A resposta que eu perdi
Se não sei o que perguntei
Nem onde foi que eu pedi

Quem fala isso pra você não é ninguém perfeito
Mas acredita que pra tudo dar-se um jeito

Onde posso procurar
A resposta que eu perdi
Se não sei o que perguntei
Nem onde foi que eu pedi

Published in: on 21/04/2011 at 20:16  Deixe um comentário  
Tags: , ,