Prisioneiro de Si Mesmo – Mansinho Verissimo

Seguir tentando se encontrar
Andar buscando um olhar pra si
Correndo atrás sem perceber
Que o que quer está dentro de ti

Felicidade não estar
Tão longe que nem possa ver
Vai ter nas mãos quando sacar
Sua barreira é você

E o medo que tem de sonhar
Te afasta de um mundo melhor

Seguir prisioneiro de si mesmo
Viver sempre a se torturar
Se menosprezando em frente ao espelho
Isso nunca vai te ajudar

Livre-se das suas próprias garras
Quebre as algemas que criou
Novos ares, lugares, amigos
Abra as portas que você trancou 

Felicidade não estar
Tão longe que nem possa ver
Vai ter nas mãos quando sacar
Sua barreira é você

E o medo que tem de sonhar
Te afasta de um mundo melhor

Anúncios